sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O que eu quero...

Faz um tempinho que não escrevo. Esses últimos dias tem sido corridos.
Agora a tendência é melhorar...
Terminei os projetos de marketing, conclui a pesquisa de mercado pro lançamento do produto ano que vem e enfim terminei e apresentei minha tese do MBA.
Li um texto não sei onde e desconheço o autor... Mas ele diz tudo o que preciso nesse momento.

Segue:

"Não quero fazer meu coração bater rápido. Isso é taquicardia!
Eu quero calma dentro do meu peito. Isso é alegria! Não quero ficar desesperado, sem ar. Isso é euforia!
Eu quero o vento da liberdade, respirar. Isso é calmaria!
Não quero compulsão por saber onde alguém está. Isso é agonia!
Eu quero confiar mesmo sem precisar olhar. Isso é alforria!
Não quero esperar alguém ter força para vir. Isso é covardia!
Eu quero decisão, e personalidade compatíveis. Isso é moradia!
Não quero insistir no que é cômodo e seguro. Isso é teimosia!
Eu quero encontrar quem consiga me acompanhar. Isso é energia!
Não quero música que me faça chorar ou sofrer. Isso é melancolia!
Eu quero cantar num dueto afinado por nós. Isso é melodia!
Não quero forçar nada que não seja mútuo. Isso é rebeldia!
Eu quero reciprocidade, suporte e admiração acima de tudo. Isso é harmonia!"

...

Um comentário:

Poeta del Cielo disse...

belo poema belas verdades.. belo querer asim anhelar ver a vida asim....

saludos
abracos
otima semana